Minicurso é finalizado no Projeto Pequeno Cidadão

O minicurso foi realizado no decorrer do último mês com 60 crianças do Projeto Pequeno Cidadão

Foi finalizado, na última semana, o minicurso “História da Ciência, meio ambiente e energia – as demandas por energia no decorrer da História”. O minicurso foi realizado no decorrer do último mês com 60 crianças do Projeto Pequeno Cidadão, realizado na Universidade de São Paulo, campus São Carlos.

Dividido em quatro aulas, ministradas no decorrer das últimas quatro semanas, o minicurso contextualizou como a evolução da ciência e da técnica/tecnologia acompanhou o ritmo de evolução humana no decorrer do tempo. À medida que os seres humanos aumentaram seu domínio sobre o meio ambiente, maior também foi a escala de alteração ambiental. As aulas evidenciaram como esta alteração ambiental se processou da Pré-História ao Período Contemporâneo sob a ótica da demanda por energia.

Na primeira aula foi abordada com as crianças a demanda por energia na Pré-História, aspectos do modo de vida dos antepassados primitivos e na segunda aula, o tema foi as demandas por energia no mundo Antigo, abordando o surgimento das primeiras civilizações e suas inovações técnicas para aproveitar as formas de energia disponíveis na natureza, como vento e água.

Na terceira aula do minicurso, as demandas por energia na Idade Média foi o tema trabalhado, com enfoque no desenvolvimento científico da época em paralelo com o início das devastações das florestas em busca do combustível para acionar máquinas de trabalho: o carvão.

difusao-cientifica-minicurso-finalizado-projeto-pequeno-cidadao-1

Na quarta e última aula, o período moderno foi um dos temas com o marco da Revolução Industrial, em que instaurou-se a grande demanda por energia para acionar as máquinas da produção em série. Também foi tema o período contemporâneo, problematizando que as novas necessidades da sociedade industrial de consumo aliadas às demandas por energia, instaurou a corrida pelos combustíveis fósseis. Problematizou-se com as crianças as consequências ambientais negativas da queima de fósseis, principal fonte de energia ainda utilizada no mundo todo, como o agravamento do efeito estufa, a baixa qualidade respiratória do ar, a poluição gerada pela frota de automóveis.         Por fim, foram apresentadas as fontes de energia renováveis, que possuem a vantagem de não serem tão agressivas ao meio ambiente e que necessitam ainda de grandes investimentos para se tornarem as principais fontes de energia a serem utilizadas. O papel da ciência e tecnologia foi ressaltado para que esta busca por fontes alternativas ganhe cada vez mais espaço na sociedade contemporânea, pelo bem estar de todos os seres humanos, não só os que convivem conosco neste momento, mas também as gerações futuras.

difusao-cientifica-minicurso-finalizado-projeto-pequeno-cidadao-2

Ao longo do minicurso foram utilizados experimentos com o intuito de fixar os conceitos trabalhados. Sobre a Pré-História, uma vivência foi realizada com sons e sem iluminação para que as crianças compreendessem o valor da primeira fonte de energia dominada pelo ser humano, o fogo. Para exemplificar como a Antiguidade utilizou a força dos ventos para o transporte marítimo e acionamento de moinhos, uma competição de barcos a vela foi realizada, e a fonte de energia era o sopro das próprias crianças.

difusao-cientifica-minicurso-finalizado-projeto-pequeno-cidadao-3

Para vivenciarem como o período contemporâneo já domina tecnologia e ciência no solucionamento das fontes de energia renováveis e menos agressivas ambientalmente, um cachorrinho robô movido a energia solar foi apresentado às crianças. Outro exemplo foi dado experimentalmente como utilizar o sopro ou o vento para acender um led, demonstrando o potencial da energia eólica.

difusao-cientifica-minicurso-finalizado-projeto-pequeno-cidadao-4

Reforçando a necessidade de preservação ambiental e conscientizando os alunos a respeito da reutilização de materiais que iriam para o lixo, um carrinho foi montado com materiais recicláveis, e, após sua montagem, observamos mais uma aplicação da energia eólica visto que o carrinho era movido pela propulsão do ar.

difusao-cientifica-minicurso-finalizado-projeto-pequeno-cidadao-5

O minicurso que foi aplicado durante o mês de agosto e primeira semana de setembro com as turmas de 10 a 11 anos instaurou uma parceria entre o LaDiC/CCMC (Laboratório de Difusão Científica do Grupo de Pesquisa Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos)  e o Projeto Pequeno Cidadão.             Esta parceria continuará no mês de setembro com palestras sobre o tema da Energia e Meio Ambiente para as turmas maiores, ampliando as ações de conscientização ambiental do LaDiC no âmbito das atividades do Centro Multidisciplinar para o Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF/CEPID – Fapesp).

Agradecimentos: à equipe CCMC, pela arrecadação de tampinhas e papelão para os carrinhos, ao Engenheiro Luis Caraschi, pela montagem de alguns dos experimentos utilizados, ao Engenheiro Pedro Victor Souza, pelo suporte com o furo das tampinhas e experimentos de energia eólica, à equipe do Projeto Pequeno Cidadão, por ceder aulas, organizar o calendário para receber o minicurso dividindo os recursos de multimídia e por toda colaboração.

Assessoria de Comunicação do CCMC: Amanda Murgo

Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais
Sobre Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais 436 Artigos
O CDMF é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) apoiados pela FAPESP. O Centro também recebe investimento do CNPq, a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN).