LaDiC/CCMC – Perspectivas de ex-membros sobre a Difusão Científica – Giseli Oliveira

Giseli cursa o 6º período de Licenciatura em Ciências Exatas pela USP de São Carlos

No ano de 2011 o Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo de Pesquisa Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC) deu início a um estudo sobre as causas da evasão do curso de Bacharelado em Física do IFSC/USP, coordenado pelo Prof. Valmor Roberto Mastelaro. Para compor a equipe de pesquisadores que analisariam os motivos da desistência da formação da carreira de Física, estava a estudante Giseli Oliveira, a qual foi a entrevistada da semana para relatar a trajetória que seguiu após o estágio no LaDiC e suas impressões sobre a Difusão Científica.

Giseli e sua formação     

Giseli cursa o 6º período de Licenciatura em Ciências Exatas pela USP de São Carlos, com habilitação em Física.

Motivação para iniciar a pesquisa no LaDiC e primeiros passos

A estudante se recorda do ambiente de trabalho do LaDiC com boas memórias, destacando como foi motivada a ingressar na pesquisa que iria desenvolver: “Trabalhei no LaDiC em 2011 e o que me motivou, além do ambiente acolhedor, foi meu projeto de pesquisa, que realmente era algo que eu queria desenvolver, e adorei trabalhar com isso.” Giseli já se interessava por pesquisas que abordavam o estudo e permanência de alunos nas universidades, e aceitou dar início a uma investigação científica que tinha como foco exatamente este tema: “Desenvolvemos uma pesquisa para estudar a evasão dos alunos nos cursos de Bacharelado do IFSC, além dos possíveis motivos para que isso ocorra”, disse-nos Giseli.

A experiência no LaDiC para a carreira de Giseli

Giseli relatou que sua experiência adquirida durante a Iniciação Científica realizada no LaDiC, tem auxiliado nas suas práticas acadêmicas: “Realmente aprendi bastante enquanto estive no LaDiC.Algumas coisas foram sobre como desenvolver uma pesquisa de forma sólida, buscando boas fontes e trabalhando com dados coletados pela nossa pesquisa com os alunos do IFSC/USP.”

LaDiC e Difusão Científica – o aprendizado de Giseli

Durante o estágio realizado no LaDiC, Giseli pôde conhecer de perto como são as pesquisas e as ações de motivação do público em geral, envolvendo a Difusão Científica, conforme nos relatou: “Enquanto estive no LaDiC aprendi bastante sobre a importância da Difusão Científica tanto para que as pessoas se envolvam em carreiras de pesquisa, pois o desenvolvimento de um país precisa de cientistas, como para que elas simplesmente busquem resultados comprovados por meio de pesquisa para dúvidas do seu cotidiano, evitando assim que sejam enganadas por ideias equivocadas que muitas vezes estão presentes no senso comum. Outro aspecto importante dessa divulgação é tornar acessível à população (e não somente ao meio científico) os resultados das inúmeras pesquisas que são desenvolvidas no país e no exterior, pois muitas delas podem influenciar diretamente atitudes e pensamentos de todas as pessoas”, concluiu.

Difusão Científica no Brasil – a visão de Giseli

A futura professora de Física relatou-nos qual a visão que adquiriu sobre a Difusão Científica no Brasil, destacando o importante papel que o LaDiC desenvolve para minimizar as carências da divulgação da ciência no país: “A ciência é pouco difundida no Brasil, talvez por não ser um país com base tecnológica forte e estar fortemente ligado à produção de commodities. Não que esta não esteja envolvida com ciência, mas em escala menor que a outra. Daí a importância de institutos de pesquisa desenvolverem esse trabalho de divulgação de seus resultados e de como obtê-los. É nesse contexto que se dá a importância e valor social do LaDiC, tentando levar às escolas públicas de forma lúdica, um pouco da realidade das pesquisas científicas desenvolvidas em uma universidade pública brasileira”, finalizou.

Produtos gerados pela pesquisa no LaDiC

Apresentação de trabalho no XIX Congresso de Iniciação Científica da UFSCar, 2011: Estudo sobre o ingresso e permanência de alunos dos cursos de Bacharelado do Instituto de Física de São Carlos. Oliveira, G.G. de; Lourenço, A.B.; Mastelaro, V.R.

Assessoria de Comunicação do CCMC: Amanda Murgo

Amanda Murgo
Sobre Amanda Murgo 134 Artigos
Educadora do Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC/IFSC/USP) no âmbito das ações de Difusão Científica do CDMF. Assessora de Comunicação do CCMC/LaDiC/CDMF desde 2010. Bacharel em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos com estágio no Projeto "História da Ciência e Meio Ambiente - as demandas por energia através da História" (CCMC/IFSC/USP/CDMF) de abril de 2013 a julho de 2014. Atua ministrando cursos de Educação Ambiental em escolas de Rede Básica de Ensino e Educadores com a temática pelo CDMF até os dias atuais.