Escola Brasileira de Espectroscopia de Absorção de Raios-X encerra-se com sucesso em São Carlos

Na última semana, entre os dias 30 de março e 02 de abril, ocorreu no Instituto de Física de São Carlos, Universidade de São Paulo, a 1a Escola Brasileira de Espectroscopia de Absorção de raios-x (EBARX), organizada pelo coordenador do Grupo de Pesquisa Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos, Prof. Valmor Roberto Mastelaro. O evento contou com apoio do Centro para o Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), da CAPES e do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) e recebeu 67 pesquisadores de Instituições de todo Brasil os quais participaram de aulas teóricas e práticas de análise durante a EBARX.

Fizeram parte da organização pesquisadores-referência em pesquisas envolvendo espectroscopia de absorção de raios-X: Prof. Anatoly Frenkel, da Yeshiva University, Estados Unidos, Dr. Fernando Villa, da University of Washington, Dr. Santiago J. A. Figueroa, do CNPEM, LNLS, Professor Rogério Junqueira Prado, do Instituto de Física da Universidade Federal do Mato Grosso, além do já citado Professor Valmor Roberto Mastelaro, do CCMC, IFSC/USP. Durante o evento, os pesquisadores ministraram aulas teóricas e práticas aos pesquisadores inscritos na EBARX, cujos temas versaram sobre a apresentação aos usuários da técnica de Absorção de raios-x (XAS), seus princípios físicos, procedimentos de coleta e análise de dados.

As aulas práticas basearam-se na análise de dados com a utilização do pacote iFEFFIT. Também foi utilizado o programa FEFF para análise teórica dos espectros XAS, o qual é o mais utilizado no mundo para a obtenção de funções de fase e amplitude quando há o ajuste do espectro EXAFS. Cálculo do espectro XANES também foram realizados durante o evento.

A EBARX teve como público alvo estudantes de graduação, pesquisadores de pós-graduação e cientistas que já possuísem alguma experiência no uso da técnica XAS com interesse em implementar o conhecimento na área. O Prof. Valmor avaliou o evento: “Encerramos a EBARX com sucesso devido à colaboração dos pesquisadores convidados, que nos prestigiaram com seu conhecimento em suas aulas e também devido aos pesquisadores participantes da Escola, que tiveram um grande interesse em implementar suas pesquisas com o aprofundamento da técnica XAS. O evento também foi possível devido ao apoio e incentivo dos órgãos de fomento, os quais agradecemos, o CDMF/CEPID/FAPESP, a CAPES e o IFSC/USP. Esperamos que mais eventos de sucesso como este possam vir a ser realizados e que possamos estreitar nossos laços de parceria com todos que participaram da EBARX”, finalizou.

Para conferir fotos do evento clique aqui: http://www.ifsc.usp.br/ccmc/index.php/pt/difusao-cientifica/fotos/category/10-primeira-ebarx

Amanda Murgo
Sobre Amanda Murgo 134 Artigos
Educadora do Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC/IFSC/USP) no âmbito das ações de Difusão Científica do CDMF. Assessora de Comunicação do CCMC/LaDiC/CDMF desde 2010. Bacharel em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos com estágio no Projeto "História da Ciência e Meio Ambiente - as demandas por energia através da História" (CCMC/IFSC/USP/CDMF) de abril de 2013 a julho de 2014. Atua ministrando cursos de Educação Ambiental em escolas de Rede Básica de Ensino e Educadores com a temática pelo CDMF até os dias atuais.