Ensinar química com atividades lúdicas é tema de livro de professor da UFSCar

Publicação possui uma linguagem direta aos professores de Química, mas pode ser estendido para qualquer professor de Ensino Médio ou Fundamental

Como as atividades lúdicas podem ser utilizadas para ensinar Química de uma maneira mais atrativa, interessante e prazerosa aos alunos é a proposta dos autores do livro “Emprego de atividades lúdicas no ensino de Química”, lançado em outubro. A obra tem autoria de Edemar Benedetti Filho, docente do Departamento de Física, Química e Matemática do Campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e Luzia Pires dos Santos Benedetti, mestre em Química pela UFSCar. “O livro possui uma linguagem direta aos professores de Química, mas pode ser estendido para qualquer professor de Ensino Médio ou Fundamental, pois a metodologia pode ser aplicada para qualquer área com relação à Educação”, explica Edemar.

De acordo com o livro, as 16 são um processo de ensino e aprendizagem que auxiliam na compreensão da Química, além de promover tarefas que vislumbrem outras habilidades dos alunos ao invés de simplesmente memorizações. No corpo da publicação é descrito o ludismo na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), na História da Humanidade, sua relação com o ensino por meio de exemplos, um capítulo com algumas atividades lúdicas para o educador observar como realizá-las e questões históricas e atuais das atividades lúdicas e sua relação com o ensino de Química. “O foco central para o educador é listar possibilidades de aprendizagem que ele mesmo possa descobrir, criar e aplicar aos seus alunos”, finaliza Edemar.

O livro, da Editora Gráfica e Editora Cidade, tem informações pedagógicas já avaliadas por meio de trabalhos científicos que expõem a eficiência da metodologia proposta. A publicação pode ser adquirida pelo Mercado Livre.

Fernanda Vilela
Sobre Fernanda Vilela 49 Artigos
Assessora de Comunicação e Imprensa do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF).