Estudo visa minimizar contaminantes orgânicos oriundos de ações industriais

A pesquisa está em fase inicial com a nova aluna de doutorado do CCMC

Imagem: Mecanismo básico de fotocatálise para um semicondutor com banda de gap óptico (Egap) de energia específica e formação dos principais radicais envolvidos na oxidação de corantes orgânicos.

As atividades humanas, inevitavelmente, causam no meio ambiente alterações com as quais é preciso saber lidar e gerenciar. Com a evolução dos processos industriais, estas alterações ambientais passaram a ocorrer em larga escala, devido principalmente ao intenso e contínuo desenvolvimento da Ciência e da Tecnologia. Mas como, então, utilizar a própria Ciência e Tecnologia para colaborar com a minimização destes impactos, oferecendo alternativas inteligentes e ambientalmente eficientes?

Tendo em vista estas questões, está se iniciando no Grupo de Pesquisa Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC) um novo projeto de pesquisa em nível de doutorado, que será realizado pela pesquisadora Naiara Arantes Lima, sob orientação da Dra. Maria Inês Basso Bernardi.

Segundo Naiara, há, na área ambiental uma preocupação de ordem mundial com o destino dos contaminantes orgânicos recalcitrantes, jogados livremente em águas subterrâneas, afluentes de rios e lagos sem o devido tratamento prévio pelas indústrias. A alternativa que a pesquisadora estudará, será a aplicação da fotocatálise heterogênea em sistemas de AWO4, sendo A= Fe, Co, Ni e Zn.

O material AWO4 pode ser uma alternativa para a degradação dos corantes provenientes das indústrias de papel, têxtil e curtumes, e sua aplicação se daria no sentido de preservar os recursos hídricos. A pesquisadora ainda esclareceu, explicando-nos como sua pesquisa vem ao encontro desta necessidade ambiental: “Uma das soluções para a degradação dos corantes são os Processos Oxidativos Avançados (POA), pois promovem a geração de radicais hidroxila, agentes fortemente oxidantes. Estes são responsáveis pela degradação ou mineralização de substâncias orgânicas. Dentre os POA, destaca-se a fotocatálise heterogênea por ser eficiente e de simples aplicação”.

No decorrer deste trabalho, será feito uso das técnicas de caracterização estrutural do material por meio de difração de raios X, XANES (X-ray Absorption Near-Edge Structure) e EXAFS (Extended X-ray Absorption Fine Structure). Também será realizada a caracterização morfológica do material utilizando microscopia eletrônica de varredura, de transmissão, caracterização óptica por espectroscopia Raman e fotoluminescência.

O principal objetivo da nova pesquisa será a aplicação eficiente do material proposto para estudo, degradando os corantes que estão envolvidos nos principais efluentes industriais. Têm-se como meta, por fim, a parcial ou total mineralização do efluente tratado e a diminuição de sua ecotoxidade, de forma que o CCMC contribua com o estudo e tecnologia dos materiais na solução destes problemas ambientais.

Amanda Murgo
Sobre Amanda Murgo 134 Artigos
Educadora do Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC/IFSC/USP) no âmbito das ações de Difusão Científica do CDMF. Assessora de Comunicação do CCMC/LaDiC/CDMF desde 2010. Bacharel em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos com estágio no Projeto "História da Ciência e Meio Ambiente - as demandas por energia através da História" (CCMC/IFSC/USP/CDMF) de abril de 2013 a julho de 2014. Atua ministrando cursos de Educação Ambiental em escolas de Rede Básica de Ensino e Educadores com a temática pelo CDMF até os dias atuais.