Profa. Zaghete representa o CDMF na posse da diretoria do IQ/Unesp

O Reitor eleito Prof. Sandro Roberto Valentini, Profa. Dra. Maria Aparecida Zaghete, o diretor do IQ/Unesp Eduardo Maffud Cilli e a vice-diretora Dulce Helena Siqueira Silva

O Instituto de Química (IQ) da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Araraquara tem nova diretoria. Eduardo Maffud Cilli assume a administração ao lado da vice-diretora eleita, Dulce Helena Siqueira Silva. A Profa. Dra. Maria Aparecida Zaghete representou o CDMF na cerimônia de posse realizada no último dia 18 de novembro, no anfiteatro da própria instituição.

Estiveram presentes o Vice-Reitor da Unesp Prof. Eduardo Kokubun, Diretores e Vice-Diretores de 26 das 35 unidades universitárias da Unesp; o Reitor eleito Prof. Sandro Roberto Valentini e o Vice-Reitor eleito e Diretor do Instituto de Geociências e Ciências Exatas do Câmpus de Rio Claro Prof. Sérgio Roberto Nobre, o Presidente adjunto do Fórum dos Vice-Diretores Prof. Anselmo Gomes de Oliveira, a Profa. Maysa Furlan, representando a Pró-Reitoria de Pesquisa da Unesp e professores membros da Congregação e da comunidade do IQAr.

Em 2016, o IQ completou 55 anos de muita conquista, com expansão de cursos, vagas de graduação e pós-graduação e corpo docente altamente qualificado (100% de doutores). “A Unesp é a segunda universidade que mais forma mestres e doutores, e também ocupa essa posição em número de produção de artigos acadêmicos”, diz Kokubun, após parabenizar os eleitos.

Cilli buscará uma gestão participativa baseada na união da comunidade acadêmica para a Universidade alcançar o lugar de destaque que ela merece. Além de objetivar a interação do Instituto de Química com a sociedade, demonstrando a importância de uma instituição de ensino superior pública, gratuita e de qualidade. “Essa diretoria buscará novas parcerias para alavancar a atividade acadêmica, valorizando o ser humano e o senso ético”, conclui o novo diretor.

Também estavam presentes o vice-prefeito eleito Damiano Barbiero Neto; o secretário municipal de Ciência, Tecnologia, Turismo e Desenvolvimento Sustentável, Renato Talel Haddad; a vereadora Geani Trevisóli (Democratas),representando a Câmara Municipal; o juiz da 3ª Vara do Trabalho de Araraquara, João Batista Cilli Filho; e o professor Antonio Carlos Massabni, representando o presidente do CRQ-4.

CDMF

Após a cerimônia de posse o novo diretor do IQ comentou sobre a importância do CDMF. “O Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid), denominado Centro de Pesquisa para o Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDFM) é um dos grupos mais atuantes e produtivos da UNESP. O Instituto de Química tem o privilégio de abrigar parte deste centro e possuir vários docentes em seu quadro de pesquisadores, dentre esses a Profa. Dra. Maria Aparecida Zaghete. O CDMF realiza com excelência o tripé que deve mover a universidade; a pesquisa, o ensino e a extensão, além de realizar uma interação intensa com o setor produtivo. Desta forma, este centro é muito importante para o Instituto de Química e para a criação de novos produtos para empresas brasileiras.”

Amanda Murgo
Sobre Amanda Murgo 134 Artigos
Educadora do Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC/IFSC/USP) no âmbito das ações de Difusão Científica do CDMF. Assessora de Comunicação do CCMC/LaDiC/CDMF desde 2010. Bacharel em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos com estágio no Projeto "História da Ciência e Meio Ambiente - as demandas por energia através da História" (CCMC/IFSC/USP/CDMF) de abril de 2013 a julho de 2014. Atua ministrando cursos de Educação Ambiental em escolas de Rede Básica de Ensino e Educadores com a temática pelo CDMF até os dias atuais.