LaMaC de Presidente Prudente evolui em Vitrocerâmica

Aislan, Wagner Dias e Wagner da Silveira (doutorandos), Thariany e Luis Fernando (mestrandos), Diogo (I.C.), Prof. Silvio e Profa. Agda.

O grupo do Laboratório de Materiais Cerâmicos (LaMaC ), da Unesp de Presidente Prudente, é coordenado pelo Prof. Dr. Silvio Rainho Teixeira e conta com a participação e colaboração de mais três professores do Departamento de Física da Universidade. A equipe conta também com o apoio de 5 alunos de Doutorado, 4 de Mestrado e 6 de Iniciação Científica. Atualmente, o grupo do LaMaC vem desenvolvendo pesquisas na área de materiais cerâmicos obtidos via MAH. Têm sido desenvolvidos estudos para a obtenção de filmes compósitos cerâmica-polímeros e, também, filmes finos cerâmicos obtidos via sputtering. Para estes, o grupo iniciou trabalhado na preparação de alvos cerâmicos a partir dos materiais sintetizados no LaMaC. Além de técnicas tradicionais, os pós, pastilhas e filmes têm sido caracterizados por voltametria cíclica e impedância, visando a aplicação na área de catálise e eletroeletrônica. Estas caracterizações têm sido realizadas em colaboração com o Laboratório de Pesquisa em Eletroanalítica e Sensores, na FCT, que também participa do CDMF. Além disso, caracterizações de fotocatálise deverão ser utilizadas, na FCT, para avaliar o comportamento óptico-eletrônico dos filmes para aplicações em conversores de energia solar (célula fotovoltaica).

Outra vertente do LaMaC é a produção de materiais vitrocerâmicos obtidos a partir de vidros fabricados com resíduos. Estes materiais têm sido caracterizados tradicionalmente quanto às suas propriedades físicas e mecânicas. Entretanto, uma análise de suas propriedades ópticas e eletrônicas também tem sido tema de discussões do grupo, uma vez que estes materiais tem potencial para aplicações em dispositivos que se utilizam destas propriedades.

Daniela Caceta
Sobre Daniela Caceta 69 Artigos
Atua no Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais.