LaDiC/CCMC – Perspectivas de ex-membros sobre a Difusão Científica – Diego Padilha

Diego Padilha do curso de Física Computacional compartilhou conosco sua visão a respeito da Difusão Científica

Em março de 2013, o estudante Diego Padilha do curso de Física Computacional deu início a uma pesquisa de Iniciação Científica no Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo de Pesquisa Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC). O intuito do estudo que seria desenvolvida pelo estudante, consistia no delineamento e estudo do perfil dos ingressantes dos cursos do Instituto de Física de São Carlos da USP, suas expectativas, dificuldades e trajetórias.

Diego compartilhou conosco sua visão a respeito da Difusão Científica, relembrando o período em que integrou a equipe do LaDiC e o quanto a experiência colaborou para seu encaminhamento profissional. Acompanhemos seu depoimento.

Diego e sua posição atual

Em uma nova graduação, atualmente, Diego cursa o segundo semestre de Engenharia Civil pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e é integrante da Empresa Jr. do curso, a Edificar Jr.

Os primeiros passos no LaDiC e o trabalho desenvolvido

O projeto de pesquisa era compatível com o interesse que Diego mantinha em compreender as causas que motivavam o interesse e desinteresse pelos cursos do IFSC, e este fator, o influenciou a ingressar no LaDiC, no estudo coordenado pelo Prof. Valmor Mastelaro e pela Profa. Ariane Baffa Lourenço: “O trabalho desenvolvido foi baseado em questionários respondidos pelos ingressantes dos cursos do IFSC e a partir das respostas, foram traçados perfis dos alunos”. Esses questionários foram aplicados em dois momentos: primeiramente, no ato da matrícula/ingresso dos estudantes, para compreender as causas que os motivaram a buscarem os cursos do IFSC. No segundo semestre de 2013 novos questionários foram aplicados para verificar as perspectivas dos mesmos alunos com relação ao curso escolhido após um semestre do ingresso, bem como a identificação de suas dificuldades e facilidades enfrentadas. O trabalho tinha por objetivo traçar um perfil dos alunos ingressantes nos cursos do IFSC/USP, e ocorre até os dias atuais, realizado por outros bolsistas do projeto.

O LaDiC e o aprendizado sobre a Difusão Científica        

Inserido no dia-a-dia do LaDiC, Diego pôde acompanhar como os pesquisadores realizavam pesquisas e ações de Difusão Científica, inclusive, aproveitando do trabalho que era desenvolvido por ele, à época para compreender como os estudantes tinham notícias sobre as carreiras científicas do IFSC antes de ingressarem e poderem pensar estratégias melhores de divulgação do IFSC à comunidade. Esse ambiente em que a difusão da ciência era pensado como objetivo principal, auxiliou Diego, segundo nos relatou a compreender a importância da Difusão Científica: “A divulgação é importante para que pessoas de diferentes áreas possam ter conhecimento sobre o que está ocorrendo em relação à pesquisas. Antes de entrar no LaDiC não tinha muito conhecimento sobre Divulgação Científica, porém percebi a cada dia que estive lá a importância de ter uma divulgação ativa”, concluiu Diego.

Produtos gerados no LaDiC

Apresentação de trabalho em congresso:

Perfil de ingressantes do curso de Bacharelado em Física do Instituto de Física de São Carlos. Simpósio Internacional de Iniciação Científica, 2013, São Carlos. Simpósio Internacional de Iniciação Científica, 2013

Assessoria de Comunicação do CCMC: Amanda Murgo

Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais
Sobre Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais 436 Artigos
O CDMF é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) apoiados pela FAPESP. O Centro também recebe investimento do CNPq, a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN).