Gleice Botelho defendeu sua tese de doutorado – Departamento de Química | UFSCar

Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais

Profs. Luis Fernando Silva, Felenon M.L. Pontes, Lúcia H. Mascaro, Doutora Gleice Botelho e Prof. Elson Longo

No dia 25 de agosto, a doutoranda Gleice Lorena Gonçalves Tavares Botelho defendeu sua tese “Propriedades Fotocatalíticas e Fotoluminescentes de Ag3PO4“, sob a orientação do Prof. Dr Elson Longo. A banca contou com a presença de Prof. Dr. Valmor Roberto Mastelaro (IFSC/USP), Prof. Dr. Luís Fernando da Silva (DF/UFSCar), Prof. Dr. Fenelon Martinho Lima Pontes (FC/UNESP-Bauru), e Profa. Dra. Lucia Helena Mascaro Sales (DQ/UFSCar).

No trabalho, amostras de fosfato de prata (Ag3PO4) foram sintetizadas pelo método hidrotérmico assistido por micro-ondas (MH) em diferentes condições experimentais. As características estruturais dessas amostras foram analisadas por técnicas de Difração de Raios-X, refinamento de Rietveld, espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier e espectroscopia Raman. As técnicas de microscopias eletrônicas de varredura (FEG-SEM) e transmissão foram usadas para determinar a morfologia das micropartículas esféricas e irregulares de Ag3PO4 e o processo de crescimento de nanoestruturas de prata metálica na superfície desses materiais quando irradiado com um canhão de elétrons. A evolução morfológica da amostra com cristais multifacetados também foi analisada pela técnica de FEG-SEM. As propriedades ópticas foram estudadas por espectroscopia no ultravioleta visível (UV-Vis) e por medidas de fotoluminescência (PL) em temperatura ambiente. A espectroscopia de UV-Vis foi utilizada para investigar o efeito da radiação de micro- ondas sobre a distribuição de níveis intermediários de energia do band gap. A emissão PL na região azul do espectro eletromagnético apresentada por todas as amostras foi atribuída ao fenômeno de recombinação dos pares elétron/buraco via transferência de carga de um cluster a outro. O desempenho fotocatalítico da amostra com morfologia multifacetada foi analisada, sendo relacionado com fatores como morfologia, faces expostas e energia de superfície. Finalmente, estudos teóricos foram usados para um melhor entendimento dos resultados experimentais relacionados à estrutura, propriedades ópticas, morfologia e crescimento de nanoestruturas de prata no Ag3PO4.

Daniela Caceta
Sobre Daniela Caceta 64 Artigos
Atua no Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais.