LaDiC/CCMC – Perspectivas de ex-membros sobre a Difusão Científica – Guilherme Rigo Recio

Atualmente, Guilherme Rigo Recio encontra-se engajado no mercado de trabalho na área de Análise de Sistemas

Nesta semana, conheceremos os passos que trilhou Guilherme Rigo Recio ex-aluno de Pré-IC do Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo de Pesquisa Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos. Guilherme atuou no CCMC há dez anos, no ano de 2005, enquanto ainda era estudante do Ensino Médio da Escola Estadual Prof. José Juliano Netto, de São Carlos/SP. Motivado para as disciplinas de Ciências Exatas, sua professora de Física do colégio à época, Glaucia Grüninger Gomes Costa, apresentou-o à equipe do LaDiC/CCMC para juntamente a outros 2 estudantes, darem início a um trabalho de investigação científica. Atualmente, o ex-aluno de Pré-Iniciação Científica encontra-se engajado no mercado de trabalho na área de Análise de Sistemas. Acompanhemos a trajetória de Guilherme.

Formação e posição atual de Guilherme

Guilherme ingressou no ano de 2009 na Universidade Federal de São Carlos no Curso de Bacharelado em Ciência da Computação, tendo se formado em 2012. No último semestre da graduação, começou a estagiar na Área de P&D do PagSeguro Internet LTDA. Em 2013, com a finalização do estágio, foi contratado pela empresa como Analista de Sistemas Júnior. Atualmente, ainda na mesma empresa, Guilherme ocupa o cargo de Analista de Sistemas Sênior dedicando-se ao desenvolvimento de projetos para dar visibilidade aos produtos, atuando na manutenção de suas partes críticas.

Os primeiros passos no LaDiC

Guilherme sempre se interessou pela área científica, demonstrando este interesse em seu bom desempenho nas disciplinas de ciências exatas. A professora de Física do garoto, à época, Glaucia Grüninger Gomes Costa, apresentou-o junto a outros dois estudantes para a equipe do LaDiC/CCMC, e assim teve início seus primeiros passos no 29. Guilherme relembra o projeto desenvolvido por ele e seus colegas, sob orientação do Prof. Antonio Carlos Hernandes e da Profa. Ariane Baffa Lourenço: O Projeto Cama de Faquir teve como principal objetivo explicar seu funcionamento e o porquê as pessoas que se deitam nessas camas não se ferem.  Durante a pesquisa foi desenvolvida com a ajuda dos Técnicos do LaDiC uma Cama de Faquir para que pudéssemos realizar os experimentos que consistia em colocar uma bexiga sobre a cama e adicionar massa sobre ela.

A Difusão Científica na visão de Guilherme

Quando um estudante é motivado a participar de uma ação de difusão científica, em seu período de formação escolar, ele aprende não apenas o conteúdo científico que está sendo trabalhando, mas também como é importante que a universidade e a sociedade caminhem em parceria e plena comunicação. Relembrando a trajetória que trilhou, desde que era um estudante do Ensino Médio, Guilherme teceu considerações sobre a importância de iniciativas como as que fez parte no LaDiC: A divulgação científica é de suma importância para que a população adquira conhecimento sobre ciência e perceba o quanto ela está presente ao seu redor. Uma das muitas formas de ampliar esse conhecimento é realizar eventos para divulgar a ciência. Para que essa deficiência diminua é necessário que haja uma aproximação da população com o meio acadêmico a fim de divulgar a ciência. Um exemplo do que pode ajudar a sanar essas deficiências são projetos como os do LaDiC dando oportunidades para jovens do Ensino Médio participarem.

Produtos gerados

O Projeto “Cama de Faquir” foi apresentado por Guilherme e os outros colegas em um workshop“Atividade de Investigação Científica”do Grupo de Pesquisa Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos e também na escola dos estudantes, a E.E. Prof. José Juliano Netto, no ano de 2006. O objetivo das duas apresentações foi colocar os estudantes como protagonistas da divulgação de seus trabalhos, compreendendo, assim, a importância de saberem comunicar ao público um trabalho de investigação científica.

Assessoria de Comunicação do CCMC: Amanda Murgo

Amanda Murgo
Sobre Amanda Murgo 134 Artigos
Educadora do Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC/IFSC/USP) no âmbito das ações de Difusão Científica do CDMF. Assessora de Comunicação do CCMC/LaDiC/CDMF desde 2010. Bacharel em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos com estágio no Projeto "História da Ciência e Meio Ambiente - as demandas por energia através da História" (CCMC/IFSC/USP/CDMF) de abril de 2013 a julho de 2014. Atua ministrando cursos de Educação Ambiental em escolas de Rede Básica de Ensino e Educadores com a temática pelo CDMF até os dias atuais.