LaDiC/CCMC – perspectivas de ex-membros sobre a Difusão Científica – Thais Priolli

Thais trabalha como professora de Química no Ensino Médio

O compromisso do Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do CCMC com estudantes da educação básica, sempre foi norteador de iniciativas didáticas e estratégias para um ensino de ciências diferenciado e atrativo. Em conjunto com este compromisso, o LaDiC colaborou na formação de recursos humanos que atuassem neste propósito: nesta semana, acompanharemos o depoimento de Thaís Moreno Priolli, ex-aluna de Iniciação Científica do LaDiC e atualmente, professora de Química no Ensino Médio da rede pública de ensino de São Carlos, que nos relatou como o período em que esteve envolvida nas atividades do Laboratório de Difusão Científica serviu-lhe de experiência para sua atuação profissional.


Thais e sua formação profissional

Thais graduou-se no ano de 2011 no curso de Licenciatura em Ciências Exatas da USP/São Carlos, com habilitação em Química. Desde então trabalha como professora de Química no Ensino Médio em uma escola da rede pública de ensino em São Carlos. Recentemente, em agosto deste ano, concluiu o Mestrado Profissional em Ensino de Química na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Os primeiros passos no LaDiC

No ano de 2009, Thais se interessou em conhecer o CCMC, após recomendações de amigos e também do Prof. Antonio Carlos Hernandes para que ela conhecesse melhor o Grupo de Pesquisa. No primeiro semestre daquele ano, então, engajou-se no laboratório, no qual, apenas no segundo semestre, deu início às suas atividades em ensino e difusão: “Gostei do ambiente de pesquisa e do trabalho do grupo de pesquisa. Nesse início trabalhei no laboratório com a profa Inês. No segundo semestre de 2009 comecei a trabalhar com o projeto de divulgação científica em nanotecnologia e nanociência.”

A pesquisa desenvolvida e a importância da Difusão Científica

Thais relatou-nos que o primeiro semestre de 2009, quando esteve em aprendizado com a Dra. Inês Bernardi, pesquisadora do CCMC, serviu-lhe para aprender sobre nanociência e nanotecnologia. Após isso, deu início ao seu trabalho de divulgação científica no LaDiC: “Eu tinha acabado de conhecer o tema com a Dra. Inês, além de ser um tema atual e muito direcionado para o cotidiano. No projeto de divulgar o que é Nanociência e Nanotecnologia, elaborei apresentação de slides sobre ciência (átomos, moléculas, escalas macroscópicas, micróscopica e nanoscópica, e exemplo de aplicações da nanotecnologia). Além dos slides foram elaborados jogos e apresentei vídeos. O projeto foi aplicado em algumas escolas públicas de São Carlos entre 2009 e 2010.”

A experiência no LaDiC: contribuições para a carreira de Thaís

Hoje, como professora de Química, Thaís aponta como a experiência adquirida no tempo em que estagiou no LaDiC influenciaram seus passos na trajetória que seguiu: “No LaDiC aprendi sobre a divulgação científica e a importância de estar passando conhecimentos científicos para pessoas, mostrando que existe ciência em sua vida e que não é muito difícil de ser aprendida. Acredito que é importante poder divulgar (mostrar) para as pessoas onde a ciência está nas suas vidas. No meu projeto de mestrado um dos objetivos era a divulgação de alguns conceitos químicos por meio de vídeos disponibilizados na Internet. Um trabalho realizado de forma um pouco diferente do que realizei no LaDiC. Acredito que o trabalho no LaDiC gerou experiências no fato de transmitir informações sobre ciência de forma clara, com conceitos mais básicos e organizados, e até mesmo de forma mais ilustrativa. Em relação ao meu trabalho com meus alunos, o trabalho no LaDiC também gerou algumas experiências, como dar exemplos  de  onde os conteúdos aprendidos estão inseridos no dia-a-dia dos alunos.”

A Difusão Científica no Brasil: suas carências e importância na visão de Thaís

A Professora Thaís concluiu a entrevista deixando-nos uma visão a respeito da Difusão Científica, a partir de suas vivências: “Acredito que a divulgação científica vem crescendo com as mídias atuais de comunicação, principalmente em sites relacionados à ciência e noticiários, sites de vídeos como “YouTube” e redes sociais. Muito trabalho de divulgação deve ser realizado ainda, pois as pesquisas e novas descobertas acontecem todos os dias e não são todas divulgadas nas mídias. O LaDiC há alguns anos vem trabalhando com a divulgação científica principalmente direcionada para estudantes, que são os futuros profissionais do país. Acredito também que com o trabalho direcionado para os alunos gera-se uma motivação nos sobre a ciência e tecnologia, concluiu.”

Produtos gerados durante a pesquisa no LaDiC

O trabalho desenvolvido por Thais no LaDiC foi apresentado no 2° Simpósio Aprender com Cultura e Extensão em 2012, organizado pela USP:

LEITE, I. S.; LOURENCO, A. B.; PRIOLLI, T.; HERNANDES, A. C. Descobrindo o Mundo dos Materiais e da Nanotecnologia.

Amanda Murgo
Sobre Amanda Murgo 134 Artigos
Educadora do Laboratório de Difusão Científica (LaDiC) do Grupo Crescimento de Cristais e Materiais Cerâmicos (CCMC/IFSC/USP) no âmbito das ações de Difusão Científica do CDMF. Assessora de Comunicação do CCMC/LaDiC/CDMF desde 2010. Bacharel em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos com estágio no Projeto "História da Ciência e Meio Ambiente - as demandas por energia através da História" (CCMC/IFSC/USP/CDMF) de abril de 2013 a julho de 2014. Atua ministrando cursos de Educação Ambiental em escolas de Rede Básica de Ensino e Educadores com a temática pelo CDMF até os dias atuais.